Loading...
Monetizar

Como conseguir parcerias para o meu blog?

Como conseguir parcerias para o seu blog de viagem

A pergunta de um milhão de dólares: Como conseguir parcerias? Não existe uma fórmula mágica e nem receita de bolo. Não é fácil, não é impossível. Não é da noite para o dia e o mais importante: a parceria não vai cair no seu colo!

Se você vem acompanhando os posts do Hello Blogger já deve estar colecionando (e praticando) muitas das nossas dicas. Sejam elas de conteúdo, fotografia ou SEO, pois acreditem, tudo isso faz total diferença na hora de fechar uma parceria.

Mas prometo ir direto ao ponto e contar o que você precisa fazer para conseguir aquela parceria supimpa. Talvez você já tenha esbarrado com algumas dessas diquinhas por aí, mas confia em mim e leia o texto todinho. 😉  

Tenha C-O-N-T-E-Ú-D-O

Deixa eu adivinhar, você está pensando: nossa que ridícula, é óbvio que eu preciso ter conteúdo! =D Mas você já parou para pensar o quão relevante e diferenciado é o seu conteúdo? Vamos lá, me convença em um parágrafo o pq o seu blog é melhor do que o do seu concorrente?

Pois é colega, muitas vezes é difícil a gente responder esta questão. No momento em que tiver a resposta na ponta da língua, você estará um passo na frente de muita gente.

Mas não é só o conteúdo diferente que vai garantir uma parceria legal. O conteúdo precisa ser B-O-M, já deve ter cansado de ouvir a frase: conteúdo é rei, não é mesmo? Mas é a mais pura verdade. E não estamos falando só do conteúdo do seu blog, estamos falando de todo o seu conteúdo.

Se você quer viver disso, quer que esse seja o seu negócio entenda que todas as frentes desse negócio são importantes. Não poste por postar no Instagram, não jogue qualquer coisa no Facebook para manter a frequência, não saia desabafando a briga com o boy nos stories.

PARA E PENSE: É RELEVANTE PARA O MEU PÚBLICO?

Vou divertir, agregar, motivar, incentivar os meus leitores/seguidores?

Tenha um nicho

Será que agora você está pensando que eu sou repetitiva? Sou e serei enquanto a maioria continuar me respondendo que o seu nicho é viagem.

Não, se você respondeu isso, você não está errado. Mas acredite, é possível se aprofundar ainda mais em um sub nicho e ganhar um baita diferencial dos seus concorrentes.

Falar de viagem é muito amplo, seja mais específico. Encontre a sua comunidade e com ela encontre parceiros para chamar de seu.

Imagina você chegar para o uma locadora de carro e falar: eu converso com o seu público. Tenho um blog de viagem, específico em roteiros e viagens de carro. Se eu também entrar em contato com a mesma empresa falando: Oi, eu tenho um blog de viagem onde eu conto as minhas experiências pelo mundo e blá blá blá blá… Quem é mais interessante para eles?

Eu já escrevi sobre isso: Nicho definido e os seus parceiros atraídos. Gosto de bater nessa tecla para mostrar que o nicho viagem pode ser facilmente sub segmentado e por mais que esteja restringindo um pouco mais o seu público, a sua voz e a sua confiança perante a sua comunidade será muito maior.

Confia em mim. 😉

Seja autêntico

Esse foi o assunto mais comentado na YouPix Con 2018. Seja você, seja autêntico! Para você conseguir conquistar a sua turma você precisa ser real. Pode rolar uma fotinho mais produzida, aquele cenário lindo com um pouquinho de filtro e até mesmo um cafézinho lindo que você tomou em Paris, frio, depois de 55 tentativas de foto. Mas não abuse, só isso cansa!

Não se preocupe, tá liberado aparecer nos stories sem maquiagem, tá liberado também falar da viagem que não deu certo, do ponto turístico que frustrou ou que você acordou às 6:00 da manhã para garantir um clique sem ninguém em frente o letreiro I amsterdam.

É disso que eu estou falando, mostre o lado glamuroso da viagem, mas mostre o lado real também. Não force algo que não seja verdadeiro, é muito difícil sustentar por muito tempo.

Em uma matéria da YouPix, eles definem autenticidade da seguinte maneira

Autenticidade, no contexto da produção de conteúdo em vídeo, é um sentimento que as outras pessoas sentem ao seu respeito e que acontece quando você é:

  • Real :  o que você fala é um reflexo de como você é. O famoso “walk the talk”;
  • Significativo : sua audiência se conecta com você num nível pessoa;
  • Original : você oferece uma nova perspectiva sobre algo;
  • Importante : eu conteúdo contribui para conversas mais amplas, do contexto cultural do momento.

Se valorize

Nós sempre falamos por aqui que permutas não pagam as contas. Receber um ticket de museu em troca de um post do mesmo vale a pena? Você sabe o quanto vale a sua hora de trabalho e o quanto vale um post no seu blog? É muito comum a gente se deslumbrar com as primeiras permutas, ainda que pequenas nós nos sentimos vitoriosos. Mas coloque na ponta do lápis o valor daquele ticket (ou até mesmo de uma hospedagem) e veja se aquilo vale você dar a cara nas suas redes sociais e no próprio post dizendo que foi uma parceira.

Você bem sabe que quando os posts vem acompanhado dessa palavrinha tão em evidência nos dias de hoje: P-A-R-C-E-R-I-A causa uma certa repulsa. “Olha lá, lá vem ela novamente divulgando uma parceria”. Não estão dizendo que nunca vale a pena, só estou te alertando para você parar e pensar se realmente vale a pena.

Deixe para divulgar como parceria e/ou convite o que realmente vale a pena, e mais importante: aquilo que te representa real oficial.

Se valorizar também significa você passar a dizer mais nãos para aquilo que não te representa em busca dos sins que valem a pena.  

Corra atrás

Uffa, estamos chegando onde você (e eu) queríamos. Corra atrás das empresas que você acha que tem tudo a ver com o seu conteúdo.

Primeiramente crie uma planilha com todas as empresas que você gostaria de trabalhar (eu disse todas), comece a estudar cada uma delas e entender se elas já trabalham com influenciadores digitais e se sim como elas trabalham.

Entenda qual empresa é para o seu bico nesse primeiro momento, não adianta querer fazer uma campanha com a Emirates tendo poucos seguidores e pouca representatividade no mercado. Aqui é o momento em que o sub nicho passa a ser muito importante, entre afundo no seu universo e busque todos os possíveis parceiros.

Já sabe quem são, como eles trabalham? Então pense: o que você como produtor de conteúdo pode agregar para essa empresa? Responda as perguntas básicas:

  • O que você vai produzir de conteúdo?
  • Como você vai produzir esse conteúdo?
  • Por que você vai produzir esse conteúdo?
  • Pra quem você vai produzir esse conteúdo?
  • Quem é você e porque você?

Difícil né? Se fosse fácil estava todo mundo fazendo.

Escreva um belo e-mail, se for necessário uma boa apresentação também. Utilizando o mesmo exemplo da locadora de carros, que tal tentar vender um projeto pra ela onde os dois saem ganhando. Não pense só em ter um carro de graça em troca de @ no seu feed e um post bacana no blog. Saia fora da caixa e pense: Como a minha viagem de carro pela Califórnia pode se tornar um conteúdo interessante para a empresa x. O que eu posso entregar?

Se coloque no papel de agência e de fato crie um projeto interessante, se venda e venda a ideia. Dê o seu preço! 😉

Ao invés de enviar trinta e-mails para os hotéis e esperar ser escolhido por eles, envie um ou outro dizendo os motivos que te levaram a escolher esse e se for necessário mostre que em outras cidades você optou por hotéis no mesmo estilo e que com isso vai criar um conteúdo só sobre hotéis no estilo x.

Começa a entender que é diferente de disparar centenas de e-mails pedindo coisas grátis? Se você passa a entregar um conteúdo relevante ali outro aqui o seu mídia-kit começa a engordar e aí amigo, esse é só o começo para você voar.

Seja cordial

A essa altura da vida você já deve ter aprendido que o mundo dá voltas não é mesmo? Seja cordial com todos, sempre! Digo isso porque vejo muito os blogueiros falando: recebi um e-mail de uma empresa x que achei sem noção, respondi o e-mail dizendo que aquilo era uma vergonha… Enfim, não sei ao certo como foi essa resposta, mas o que eu posso dizer é que existem maneiras e maneiras de responder um e-mail “sem noção”. O cara sem noção de hoje pode ser o mesmo cara na empresa que você deseja realizar uma parceria amanhã. 😉

Responda todos os e-mails que você receber com carinho e cuidado. Aprendi isso faz pouco tempo. Acostumada a ignorar e-mails “nada a ver”, certo dia resolvi limpar a caixa e responder todos, inclusive um que era simplesmente uma empresa enviando um folder de divulgação de um destino específico. Respondi com muito cuidado, pois aquele destino parecia ter tudo a ver com o blog e em menos de três meses estava eu fazendo uma viagem de uma semana para aquele destino com tudo pago.

Poderia ter ignorado pensando: aff, spam e eu lá quero ver folder de destino? Pois bem, essa não foi a única experiência de responder um e-mail aparentemente nada a ver que se transformou em uma baita parceria.

Gentileza gera gentileza.

Eu disse que não era fácil, mas também disse que não era impossível! Comece o seu mapeamento de possíveis parcerias e corra para o abraço.

Te desejo sucesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *