Carregando...
SEO

Como escolher a palavra-chave certa para o post: Conheça o Ubersuggest

Como escolher a palavra-chave certa para um post do blog?

Confesso que no começo da minha vida de blogger, eu não estava nem aí para palavra-chave. Eu queria escrever o post, apertar o publicar e ficava esperando os leitores chegarem no blog e descobrirem aquele conteúdo incrível que eu tinha acabado de colocar na internet.

Você é capaz de adivinhar o que acontecia? Pois é, eles nunca encontravam o meu blog!

As coisas só começaram a realmente mudar para mim quando comecei a utilizar técnicas de SEO e pensar cuidadosamente nas palavras-chave para as quais eu queria otimizar cada post.

Porque é importante escolher a palavra-chave certa para o seu post

SEO é uma arte. Para escrever um post de sucesso, você precisa encontrar o equilíbrio perfeito. A linha tênue entre escrever um conteúdo humanizado e informativo e estruturar o post com o que é necessário para que o Google considere que seu post relevante.

É a combinação desses dois fatores que faz um blog realmente ter sucesso numa estratégia de SEO. O resultado não vem de imediato, é um projeto de médio e longo prazo. Mas nada compensa mais do que ver que aquele post que você escreveu com tanto cuidado e carinho está lá, ranqueando muito bem.

Agora você pode estar se perguntando: e o que é preciso fazer (tecnicamente) para aparecer nas primeiras posições das SERPs (páginas de resultado do Google)?

Pra começo de conversa, estamos falando de estratégia. E tudo começa com pesquisa e a escolha da palavra-chave certa para o seu post.

Pensando em conseguir tráfego orgânico (as pessoas que te acham através do Google), não vai adiantar nada você pensar, escrever e otimizar um post inteiro sobre, por exemplo, como fazer um bate e volta até a Lua, se absolutamente ninguém na internet está procurando esse termo.

Talvez o seu leitor fiel, que já acompanhe seu blog, vai se interessar e ler seu post novo. Talvez ele até indique para um amigo, envie o link no WhatsApp ou compartilhar na rede social. Mas você não vai alcançar muita gente nova contando com todos esses “talvez”.

Isso é importante especialmente para os blogs que estão começando! Para conseguir novos leitores, o que você precisa de verdade é investir em tráfego orgânico. Colocar seu post na primeira página do Google, e não só isso. Esqueça os termos que ninguém procura. Invista em termos que todo mundo esteja pesquisando.

É disso que estou falando quando digo para você publicar um post com a palavra-chave certa!

O que é uma palavra-chave para o Google?

Você com certeza já fez uma pesquisa no Google, certo?

Quando você digitou o que procurava naquela caixinha de pesquisas do Google, você indicou ao Google qual era o termo da sua pesquisa, qual o conteúdo que te interessa. Essa é a palavra-chave da sua pesquisa!

E o que o Google faz quando você aperta o botão de pesquisar? Ele sempre tenta entregar o melhor conteúdo pra você, que responda a sua pergunta, resolva o seu problema.

Por isso, ele retorna para você com os resultados de pesquisa que mais tem a ver com aquele termo de pesquisa que você digitou. São os conteúdos (sites, posts de blog, páginas de serviço) mais otimizados para a palavra-chave em questão.

E o Google está ficando cada vez melhor nisso. Cada vez mais, ele vem se baseando em pesquisas anteriores e no contexto da busca, para entregar resultados mais e mais específicos para sua pesquisa.

Agora que entendemos o que é uma palavra-chave, precisamos entender um outro conceito importante: palavra-chave de cauda longa e palavra-chave de cauda curta.

Palavra-chave de cauda curta

Existem palavras-chave que são exatamente o que o nome diz: uma única palavra. Como quando você digita SEO na caixa de pesquisa do Google e ele te entrega uma lista de resultados que explicam exatamente o que é esse tal de Search Engine Optimization.

Essa é uma palavra-chave de cauda curta, um termo super amplo, para o qual sempre tem um grande número de pessoas fazendo buscas na internet.

Por outro lado, a competição dentro das SERPs de uma palavra-chave de cauda longa também é enorme. Vai ter muita gente disputando as primeiras posições do Google para aquele termo.

Só blogs com muita autoridade e conteúdos espetaculares vão conseguir os primeiros lugares naquela página de busca. Por isso, usar palavras-chave de cauda curta pode não ser a melhor estratégia para um blog médio e muito menos para alguém que está começando.

Palavra-chave de cauda longa

Olha que legal: quando falamos de palavra-chave, não estamos falando apenas de uma palavra. Podemos otimizar um post para um grupo de palavras, ou mesmo uma pequena frase.

Por exemplo, ao invés de escrever um post otimizado para a palavra-chave Fortaleza, você pode otimizar um post para O que fazer em Fortaleza em 4 dias.

Vai ter muito menos gente procurando por esse termo? Com certeza. Ao mesmo tempo, vai ser mais fácil para você conseguir ranquear nas primeiras posições para esse termo que é bem menos concorrido que a palavra-chave de cauda curta.

Então você vai conseguir atrair as pessoas que buscam por esse conteúdo específico e assim vai crescendo a sua audiência. Sabe aquele ditado que nossa avó dizia? Que é de grão em grão que a galinha enche o papo? Pois é…

Como eu escolho a palavra-chave certa?

Ok, agora você percebeu a relevância do tráfego orgânico do seu blog (especialmente se você está começando nessa vida de blogger).

Então a segunda pergunta é até um pouco óbvia: como eu encontro a palavra-chave certa? Para qual palavra-chave devo otimizar o próximo post do meu blog?

Existem algumas coisas que determinam se uma palavra-chave é boa ou não para ser usada no seu post.

  • Volume de pesquisa: quantas pessoas por mês fazem uma busca usando esse termo de pesquisa.
  • Dificuldade para ranquear: análise de concorrência, qual é a autoridade dos outros sites que já ranqueiam para esse termo de pesquisa.
  • Tendências de mercado: identificar palavras-chave ainda pouco exploradas pelo mercado, mas que vão entrar em tendência em breve. Como por exemplo, cidades-sede da Copa do Mundo do Qatar.

O ideal é encontrar uma palavra-chave com bom volume de pesquisa e que não esteja sendo disputadas por grandes blogs do mercado, o que vai facilitar para você na hora de conseguir uma boa posição no ranking da SERP.

No caso das tendências de mercado, o que vale é encontrar uma oportunidade e sair na frente da concorrência, colocando seu post no ar e conseguindo autoridade naquela página, antes que a competição chegue.

E como eu encontro essas palavras-chave perfeitas para o meu negócio? Vem que vou te mostrar:

Passo-a-passo para encontrar a palavra-chave certa (usando o Ubersuggest)

Hoje em dia, o Ubersuggest é a principal ferramenta que eu utilizo (tanto no meu blog de viagem, o Fui Ser Viajante quanto aqui na Hello Blogger).

Trata-se de uma ferramenta completamente gratuita, desenvolvida pelo guru do SEO Neil Patel, que vem sendo melhorada a cada dia pelo time de desenvolvedores.

Hoje o Ubersuggest já permite analisar o volume de buscas para cada termo, além de mostrar na mesma página o resultado da SERP do Google para aquela palavra-chave.

O Ubersuggest ainda mostra sugestões de termos relacionados, identifica a concorrência para aquele termo e permite analisar a autoridade dos domínios concorrentes.

Pesquisa de palavras-chave: Ubersuggest

Ou seja, é uma ferramenta bem completa para quem quer fazer pesquisa de palavras-chave. E totalmente gratuita! Não precisa de cadastro, além de ser muito intuitiva e fácil de usar.

Além de permitir que você faça as buscas filtradas para resultados em português do Brasil, permite que você adicione outros filtros na sua pesquisa (como excluir determinados termos).

Não há limite de buscas por dia ou mês. Você pode pesquisar quantos termos quiser! O único problema é que, depois de muitas pesquisas, o site começa a ficar um pouco lento e fica bastante tempo carregando antes de mostrar o resultado da pesquisa.

Quando isso acontecer, a melhor dica é iniciar uma nova aba e recomeçar a busca!

Vou te mostrar o passo a passo que eu utilizo para escolher uma palavra-chave usando o Ubersuggest. Vamos dizer que você quer escrever um post sobre sua última viagem a Fortaleza:

  1. Pesquisa com palavra-chave de cauda curta

Usando ainda o exemplo de Fortaleza. Digito o termo Fortaleza na caixa de pesquisa. Lembre-se de restringir a busca para Português / Brasil, porque é o público que interessa para o seu blog (considerando quem escreve em português para leitores brasileiros, ok?). Clique buscar.

Pesquisa de palavra-chave de cauda curta

O resultado vai aparecer assim pra você. O site mostra uma linha de tendência das buscas por mês, o que te ajuda a entender se existe sazonalidade nas buscas por aquele termo.

Outras coisas que você precisa atentar, falando em pesquisa orgânica, são o volume de busca e o SEO Difficulty (equivalente a concorrência).

Nesse exemplo, o volume de busca da palavra-chave (450 mil pessoas buscando Fortaleza por mês!) é impressionante. Seria o sonho de consumo de qualquer blogueiro ranquear nas primeiras posições para um termo assim!

No entanto, quando você olha para SEO Difficulty, logo percebe que o termo é muito concorrido (Fortaleza é uma palavra-chave DIFÍCIL para ranquear). Então obviamente não seria uma boa estratégia tentar otimizar um post para essa palavra-chave se você está começando e seu site não tem muita autoridade de página.

Outra coisa que vai te fazer entender que esse termo não é pra você. Rolando a página de resultados para baixo, o Ubersuggest te mostra os termos relacionados a essa busca no Google. Clicando na seta ao lado da palavra-chave que te interessa, o Ubersuggest te mostra o resultado da SERP para aquela palavra-chave:

Analise de SERP Ubersuggest

Olha quanto problema: ao otimizar um post para Fortaleza, você vai estar disputando posição com sites muito grandes (alta SEO Dificulty). E outra, dá pra perceber que quem busca por Fortaleza no Google não está exatamente buscando sobre viagem, né? Além do TripAdvisor ali, nenhum outro site com dicas de viagem conseguiu ranquear na primeira página.

Como o Google sempre está trabalhando para entregar os resultados mais procurados/clicados para uma palavra-chave, já dá pra ter uma ideia que quem procura por Fortaleza no Google não está procurando exatamente dicas de viagem.

Com isso, deu pra perceber que a cauda curta com esse termo não é uma boa estratégia para um blog de viagem.

2. Pesquisa com cauda longa

Que tal trocarmos o termo de pesquisa para algo mais específico para o seu negócio?

Quando troquei a palavra-chave para um termo de cauda-longa (O que fazer em Fortaleza) podemos notar que o volume de buscas mensal caiu bastante, para 9900 pessoas. Por outro lado, isso ainda é um ótimo volume de buscas.

O site da MOZ estimou em 2014 que a taxa de clique para um post na primeira posição do Google costuma ser de 31,24%. Imagina a alegria que você teria de colocar um post no primeiro lugar da SERP para ‘O que fazer em Fortaleza’.

Você iria receber, mensalmente, cerca de 3092 visitas somente para esse post, vindo de pesquisas com essa palavra-chave!

Pesquisa palavra-chave cauda longa

Observe que o SEO Difficulty caiu bastante também. Isso já indica que é mais fácil ranquear para esse termo no Google.

Outra coisa: observe abaixo a análise de SERP para esse termo. Fica claro que o resultado da SERP é sobre dicas de viagem. Pessoas que buscam por esse termo estão procurando dicas sobre viagem em Fortaleza usando essa palavra-chave.

SERP palavra-chave de cauda longa

Mas calma, não tome a decisão ainda. Observe que há mais dois campos na análise de SERP.

Um deles tem a ver com compartilhamento social (quanto esse post já foi compartilhado em redes sociais). Isso quer te mostrar que você precisa sim investir em redes sociais e na divulgação do seu conteúdo em sites como Pinterest, Facebook, Instagram, etc. Isso tem um grande peso no ranking das SERP!

Outra coisa é o DA (Domain Authority), que nada mais é que a autoridade da página em questão. Esse número não é o oficial do Google (ele parou de divulgar esse valor faz alguns anos).

Diferentes empresas calculam o DA de páginas e sites, de acordo com alguns fatores (como tempo do domínio, numero de backlinks, e muitos outros). Quanto maior o DA de um site / página, mais facilmente ele consegue uma boa posição no Google (teoricamente).

Falo teoricamente porque sim, um bom post pode ranquear na frente de um blog com um DA alto. Isso acontece frequentemente, até. Mas é preciso ter um conteúdo matador na hora de entrar na briga com um site de DA muito alto. Tenha isso em mente na hora de escrever seu conteúdo.

Por ter tanto impacto na SERP, o Ubersuggest decidiu incluir o DA na análise de SERP. No momento desse post, essa funcionalidade está passando por manutenção, por isso você não consegue ver o DA de nenhum site. Mas em breve o Ubersuggest vai liberar essa informação e você deve sim considerá-la na hora de analisar se seu blog pode ser competitivo para as pesquisas com aquele termo específico.

Quando a competição na SERP ainda é muito alta para mim

Uma opção quando você analisou a palavra-chave de cauda longa e viu que a disputa ainda fica muito dura pra você, é analisar as sugestões de palavra-chave dentro do Ubersuggest.

Observe em ordem decrescente o volume de buscas das palavras-chave relacionadas, até encontrar um que você consiga competir bem.

Nesse exemplo acima, opções interessantes serias “O que fazer em Fortaleza a noite”, com 880 buscas mensais, “O que fazer em Fortaleza em 4 dias”, com 390 buscas mensais.

Escreva um post e ranqueie bem para essas palavras com menos buscas, até que seu site vá criando autoridade e você consiga disputar de igual para igual com os grandes blogs pelas palavras-chaves mais disputadas, em breve!

Dica bônus: análise de SERP usando o Excel

Se você prestar atenção, vai ver que no final de cada página de resultados do Ubersuggest, vai ver que existe a opção de exportar para .csv.

O que eu faço por aqui é exportar tanto a página de resultados da SERP quanto a análise da palavra-chave e sugestões de palavras-chave relacionadas.

Depois, analiso e combino os dois resultados.

  1. Dá pra facilmente comparar quais os títulos e URL que meus concorrentes que estão nos primeiros lugares da pesquisa estão usando para aquele termo.
  2. Entre no post dos blogs concorrentes para analisar como a concorrência está abordando o assunto no post. Pense sempre em superar a concorrência.
  3. Dá pra escolher palavras-chave relacionadas que eu posso incluir no meu post. Sabia que você pode otimizar um mesmo post para mais de uma palavra-chave? Isso pode ser bem interessante de acordo com a sua estratégia.

Você já tinha alguma estratégia para escolher a palavra-chave?

Você já conhecia o Ubersuggest? Já utilizava? Conhecia todas essas funcionalidades?

Tem muitas outras ferramentas disponíveis no mercado para analisar palavras-chave! Conta aqui nos comentários qual ferramenta você usa e como ela se compara ao Ubersuggest.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *