Loading...
Monetizar

Como ganhar dinheiro com um blog de viagem

Como ganhar dinheiro com um blog de viagem

Muita gente procura desvendar o ‘caminho das pedras’ para a monetização de blogs, mas a verdade é que não existe uma verdade única, muito menos um método infalível que dê certo para todo mundo. Existem muitos caminhos quando o assunto é como ganhar dinheiro com um blog de viagem, e com tantas opções claro que você vai ter mais identificação com uma ou outra estratégia.

Fique atento, pesquise sobre o assunto e busque aquilo que é a cara do seu blog. Não caia no conto da ‘Maria-vai-com-as-outras’, porque o que deu certo pro blog vizinho, nem sempre vai funcionar pra você também. Monetizar o blog é, e sempre vai ser, um caminho de erros e acertos. Você precisa escolher qual caminho seguir e se dedicar muito para fazer sua estratégia dar certo.

Nesse post, vamos discutir algumas das estratégias de monetização mais usadas pelos blogs de viagem ultimamente. Nossa pretensão aqui não é apresentar todas as formas de ganhar dinheiro com o blog, até porque nosso negócio é baseado em criatividade, então a todo momento você mesmo pode inovar e criar um método próprio para monetizar seu blog de viagem, que pode dar super certo pra você!

Como ganhar dinheiro com um blog de viagem: 8 estratégias de monetização

Programas de afiliados

Algumas empresas relacionadas ao segmento de viagem oferecem programas de afiliados. Você cadastra seu blog e passa a oferecer os serviços da empresa em seu site, através de links, banners e/ou outras peças publicitárias. Você recebe uma comissão por cada venda realizada através do seu site – quando o cliente efetua a compra por um link do seu blog!

Com certeza você conhece, usa e até já indica algumas empresas que oferecem programas de afiliados: o Booking.com e o Decolar.com para reservas de hotéis, Submarino Viagens para pacotes de viagem, Mondial, Real Seguros e Seguros Promo com Seguro Viagem, e muito mais. Algumas empresas têm programas próprios de afiliados, como é o caso do Booking.com. Já outras fazem parte de plataformas conjuntas de afiliados, como é o caso da Zanox, que agrupa empresas como Tam, Gol, Decolar.com e Submarino Viagens, entre muitas outras.

Você normalmente não paga nada para se cadastrar em programas de afiliados. Mas lembre-se de deixar sempre claro na Política do Blog que você trabalha com monetização através de link afiliados. E sempre que inserir links nos posts, indique que você pode receber uma comissão por cada transação financeira realizada. Blogagem transparente, o Hello Blogger apóia 😉

Google Adsense

São espaços de anúncio que você disponibiliza no seu site, que o Sr. Google usa para divulgação de anúncios de empresas cadastradas na plataforma Adsense. Você pode escolher onde os anúncios serão exibidos no site, e pode restringir caso não queira veicular algum tipo de anúncio (como hotéis ou passagens aéreas, que você já pode estar vendendo pelos programas de afiliados).

Geralmente, os anúncios do Adsense são colocados no topo e rodapé de cada página, na barra lateral ou dentro dos posts. Quanto mais destaque tiver o espaço de anúncio dentro do seu site, mais visualizações e mais retorno financeiro para você.

Tem gente que não gosta do Adsense, porque os anúncios parecem ‘poluir’ a página do blog. Outro inconveniente é que a rentabilidade do Google Adsense é baixa. Você só consegue ter algum retorno quando seu site começa a receber um número grande de acessos. De toda forma, você não paga nada para se cadastrar e recebe seu pagamento cada vez que acumular U$100,00 na carteira (o que pode acontecer em um mês ou em dois anos, dependendo do número de acessos do seu blog de viagem).

Posts patrocinados ou publiposts

Uma empresa te paga em dinheiro para você publicar conteúdo (um post) associado à essa marca. O post pode ser seu ou produzido pela equipe de marketing da empresa. Isso ainda não é tão comum no Brasil, mas é uma forma bem convencional de monetizar blogs nos Estados Unidos, por exemplo.

O importante é sempre exigir conteúdo autoral e relevante, quando o post já vier pronto pra você. Outro fator a considerar é decidir quanto você vai cobrar por um publipost. Isso depende do número de acessos do seu blog, claro. Mas também de quanto vale seu tempo como blogueiro.

Quanto vale uma hora sua escrevendo um post? – Já pensou nisso?!

Pense também se você quer ceder seu tempo ou o espaço em posts para falar de determinado produto (que nem sempre é algo que você usa ou confia). Sempre vale analisar cada proposta e ter em mente que a credibilidade do seu site deve ser preservada acima de tudo.

Outra coisa: Todo post patrocinado deve ser claramente indicado como tal, ok? Nada de enganar os leitores ou achar que é vergonha fazer publipost. Blog não se financia sozinho e publipost é uma maneira honesta de monetizar seu blog de viagem – desde que tudo seja transparente, feito de maneira limpa e ética.

Banners e peças publicitárias

Você pode vender espaços no seu site para que empresas coloquem banners de algum anúncio ou promoção. A barra lateral e o topo da home são muito usadas para isso. Cada espaço geralmente tem um preço fixo, que você pode divulgar no seu mídia kit. De certa maneira, essa forma de monetização tem implicações parecidas com o publipost.

Você vai receber dinheiro para associar sua marca a determinado produto. Analise cada proposta de acordo com a Política de Monetização que você adotou para o seu blog!

Serviços próprios

Um blog também pode oferecer alguns serviços e produtos diretamente aos leitores. Essa estratégia de monetização vem se revelando uma das melhores formas de rentabilizar um blog de viagem! Aqui, descontando os custos de produção, todo o lucro fica para você. Não estamos falando de comissão, mas de lucro integral!

Você pode oferecer roteiros personalizados para sua cidade por exemplo, ou fazer um e-book sobre um destino pouco explorado ou que você conhece bastante. Use sua criatividade, inove!

O investimento dos blogueiros nessa forma de monetização tem crescido cada vez mais, e muita gente tem conseguido um bom retorno financeiro. Já imaginou que bacana ter um produto seu para oferecer aos leitores?

Escritor freelancer

Você sabia que pode escrever conteúdo para outros blogs? Empresas como a Rock Content oferecem a oportunidade para pessoas prestarem serviço de redação de posts para outros blogs, jornais e revistas que desejam pagar pela redação de conteúdo por terceiros.

Geralmente, você precisa apenas se cadastrar e obter uma certificação gratuita na plataforma. Você produz um texto modelo, que serve de análise para quem quer contratar os escritores freelancer.

Os primeiros trabalhos vão pagar menos. Mas quanto mais textos você produzir, mais você vai ser requisitado e mais alto você pode cobrar por cada texto. Tem gente conseguindo um bom dinheiro nessas plataformas. A dúvida é: você consegue manter uma boa periodicidade de posts no seu blog, enquanto escreve conteúdo para terceiros?

Venda de imagens

Se você tira fotos incríveis, pode oferecer suas imagens em plataformas online e bancos de imagens. Mas não é qualquer imagem que vai despertar o interesse dos compradores, né? Só se arrisque nesse campo se você realmente tem um bom domínio da fotografia, tanto conceitual quanto técnico. Alguns sites onde você pode vender fotos online são o Shutterstock, o DreamStime e o Free Digital Photos.

Você também pode conferir um passo a passo para vender imagens na internet no blog Eduardo e Monica.

Como ganhar dinheiro com um blog de viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *