Loading...
Conteúdo

8 conselhos para quem quer escrever sobre viagem

10 dicas para você melhorar a sua escrita de viagem

Dicas para melhorar minha escrita? Muitas vezes nos apegamos em SEO, redes sociais e divulgação do blog e esquecemos do coração de um blog de viagem: o texto, o conteúdo. Parece fácil viajar, voltar e escrever sobre, mas não é. E por isso, hoje voltamos com mais um post sobre dicas para subir o nível dos seus textos de viagem. 

1. Seja autêntico

Não tem coisa pior que você ler um texto de um blog, ir buscar mais informações e se deparar com textos muito semelhantes. – Mas Maytê, você está falando de plágio? Não necessariamente. Estou falando de você colocar nos seus textos um pouco mais de você e menos do Wikipédia, dos folhetos turísticos ou das informações do guia. Isso é relevante? É também, mas essas informações encontramos em todos os sites e isso faz com que os textos fiquem sempre parecidos uns com os outros.

É fato que quem está buscando por dicas de viagem em um blog não vai ficar apenas no seu, ou seja, faça com que o seu texto seja O SEU TEXTO! Passe os dados históricos sim, mas evolva eles com os seus sentimentos e sua experiência. Cuidado, só coloque no texto aquilo que é realmente relevante para o leitor.

Está com dificuldade de encontrar o tom dos seus textos? Confira as nossas dicas sobre encontrar a sua voz.

2. Descreva as sensações de um destino

Caderninho na bolsa sempre! Ok, pode ser o celular também. =D

É importante anotar no final do dia ou em qualquer momento que você tenha uma pausa na viagem sobre algo realmente especial que aconteceu naquele dia. Tente explorar algum aroma que te marcou. Um sabor que tenha feito uma explosão no seu paladar. Quem sabe alguma atração que te arrepiou ou algo que você viu e mexeu com os seus sentimento (bons ou ruins).

Todos esse elementos vão te ajudar a construir um texto muito sensível e único.

Muitos desses sentimentos são esquecidos rapidamente se não são anotados no calor da emoção. Registrá-los para ler mais tarde vai te ajudar a lembrar daquele dia e sentir aquela emoção mais uma vez. Sentar e escrever algo com esse sentimento latente no peito vai fazer você criar um texto muito autêntico e cheio de emoções.

3. Guarde elementos afetivos

Ainda na ideia de construir um texto afetivo e memorável, guarde pequenos elementos que marcaram sua viagem. Isso é um treino. Mas, muitos vezes guardar um guardanapo de um restaurante magnífico que você experimentou vai te ajudar a escrever sobre aquele lugar. Guardar a folha de uma viagem no outono vai te fazer lembrar de quão bonita era a paisagem daquele destino.

Esqueça elementos caros, grandes, pesados e difíceis de locomover. Concentre-se em elementos significativos. Além de ajudar na construção do texto, você pode começar uma coleção só sua. =D

Eu gosto dos elementos afetivos, mas gosto de fotos também, antes de começar a escrever eu pego os meus elementos, abro o álbum do destino e então dedico um momento para me teletransportar para aquele momento.

4. Dedique tempo para a sua escrita

Gosto de dedicar tempo para esse momento. Quando é dia de escrever eu começo pela manhã (momento que minha cabeça tá mais tranquila) preparo um café, sento na minha bancada e começo a explorar esses elementos. Volto para aquele dia, para aquele momento.

Começo a escrever…

Tem dias que escrevo e flui muito bem. Tem dias que escrevo e apago, escrevo e apago. Quando percebo que não tá legal escrevo o que tá na cabeça (mesmo que seja ruim), deixo o post esfriar e volto nele depois de um tempo. Embora uma vez eu tenha escutado de uma escritora que não existe esse negócio de inspiração e que o segredo é sentar a bunda na cadeira e escrever, sinto que tem dias que a coisa está mais empacada. Você também é assim?

5. Tenha um ambiente limpo e organizado

Ter um ambiente que inspira realmente faz a diferença. Parece bobeira, mas não é! Se você é do tipo que escreve com uma mesa cheia de papel, livros, cadernos e bagunça, tente organizar o espaço antes de começar a escrever.

Ambientes organizados geram mais produtividade.

Além do ambiente organizado é importante que você esteja confortável, preste atenção no ambiente como um todo. Se ele é confortável para você produzir conteúdo de qualidade.

Quer inspiração? No Pinterest da Hello Blogger temos uma pasta de workspace, pura inspiração para quem quer construir ou reformar o espaço de trabalho.

6. Não crie rotinas

Sobre ambiente de trabalho, que tal não criar rotina? Escrever um texto exige apenas um notebook (com bateria =)). Você não precisa de internet (e diga-se de passagem que sem ela trabalhamos melhor). Que tal ir para um café? Muitos precisam de silência para escrever (euzinha), mas parece que quando eu entro em um café (bonitinho) eu me desconecto e vivo aquele momento glorioso. =D Acho TÃO agradável trabalhar em um ambiente diferentão e aconchegante! Vire e mexe pego as minhas coisa e me jogo nos meus cafés preferidos. Começo a escrever como uma louca que perdeu os freios… Em casa, na minha calmaria, volto, releio o que eu escrevi (em voz alta) e libero o post.

Sair da sua zona de conforto te faz abrir a mente.

7. Não entregue o ouro de cara

Todos os posts guardam algo precioso. O ponto alto da sua história. Guarde ele e não revele logo nos primeiros parágrafos. Envolva o seu leitor, até que PÁ – você entrega o ouro!

Prenda o leitor no seu texto, faça com que ele viaje contigo até o momento que ele irá se surpreender e pensar: É ISSO, EU PRECISO CONHECER ESSE LUGAR!

Pense que a cada post você precisa provocar desejo e não entregar o ouro de cara, vai gerar a curiosidade e isso é um dos elementos chave para você conseguir tal feito.

8. Aprenda a observar

Aprender a observar vem com a prática. Aliás desenvolver essa habilidade com o objetivo de melhorar meus textos tem feito com que eu melhore ainda mais a minha experiência de viajante.

A gente não precisa amar um lugar para encontrar suas belezas, e digo mais – o lugar não precisa ser impecável para que a gente encontre beleza.

Esse é o grande desafio.

É pegar um dia chuvoso e fazer daquele dia um momento especial. Dar valor para os reflexos das poças d’água, dar valor para as opções que você tem no momento. Os varais com roupas penduradas tem o seu charme, as portas mal pintadas tem os seus encantados e por aí vai… Aprenda a chegar em um destino e observar tudo que ele tem de bom, saía da caixa e não se atente só naquilo que você leu que é imperdível.

Não existe lugar feio, existem apenas pontos de vistas.

Gostou das dicas? Então leia mais 8 dicas para melhorar sua escrita de viagem. E não se esqueça, um texto bem escrito precisa também de estratégia de SEO. Você está fazendo isso corretamente? Então leia também: 11 dicas para uma estratégia de sucesso em SEO.

One comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *